Como quitar suas dívidas em 5 passos simples

A maioria dos brasileiros não recebeu nenhum tipo de educação financeira, isso faz com que de geração a geração as famílias sofram em administrar suas finanças, por esse motivo texto de hoje será “Como Quitar Suas Dívidas”.

Uma boa parte da população está em uma situação difícil financeiramente, e infelizmente por não procuraram ajudar ou muitas vezes fingirem que o problema não existe, uma pequena conta que podia ser resolvida facilmente, vira em uma proporção gigantesca. Porém, para tudo na vida existe uma solução, sendo assim, não seria diferente com a sua situação financeira, basta que você queira resolvê-la.

1º Passo – Anote suas contas

Para saber como você realmente se encontra financeiramente, é preciso anotar tudo o que você deve com detalhes. Pois para sair da dívida o primeiro passo é assumir para si mesmo que existe uma dívida e que ela precisa ser controlada. Reveja o seu orçamento mensal; Por exemplo: Geladeira R$ 2000,00 parcelado em 10 vezes e estou com duas parcelas atrasadas. uma coisa é fato: quanto mais tempo você levar para se conscientizar, maior será o seu prejuízo financeiro.

2º Passo – Conheça os juros

Depois que você fez o levantamento de todos os seus gastos é hora de saber qual dessas despesas tem os juros maiores. Atente para as dívidas com taxas de juros maiores. Os juros do cartão de crédito e do cheque especial são os maiores do mercado, por isso, essas dívidas devem ser as primeiras a serem quitadas. Caso contrário, você entrará em uma bola de neve.

3º Passo – Renegocie

Quando você já sabe quais são os juros chegou a hora de renegociar os juros e ver como você pode pagar. Um bom exemplo é você ligar e falar que você reconhece a dívida e gostaria de quita-la, porém suas condições não são favoráveis, e pergunte quais as condições à credora pode lhe oferecer. Escute com atenção pergunte as taxas de juros e  anote.

Nossos produtos

Ligue para o cartão de crédito renegocie a dívida para diminuir a taxa de juros cobrada, assim você possa honrar o compromisso com ele. Para reduzir seu endividamento corte as despejas, renegocie seus débitos e seja criterioso com as compras.

O importante nessa negociação é você fazer o acordo com parcelas que cabem no seu bolso, e sei que é ruim ficar nessa situação, porém para sair dela é preciso ter um pouco de paciência, por isso, o valor da parcela deve caber no seu bolso, de nada adianta renegociar com o valor da parcela com o valor que irá fazer seu orçamento ficar injetado, por qualquer dificuldade que você atrase essa parcela virará uma bola de neve.

4º Passo – Evite novos consumos por um tempo e cancele alguns consumos por um tempo

 Uma forma de se livrar da dívida e ajudando o orçamento e revendo tudo que pode ser cancelado mesmo que por um período determinado até você quitar a dívida, sabe aquela academia que você paga e quase não vai, então você pode suspender esse serviço por um tempo e praticar exercício ao ar livre, assim você mantém a vida com saúde e ainda faz uma economia. Do mesmo modo, você pode fazer com a TV a cabo cancele esse serviço por um período determinado, se você não assiste, então cancele definitivamente, só pague por um serviço que você realmente utiliza. Renegocie o plano de seu celular, use a carona ou divida seu carro com os amigos para economizar no combustível.

Eu entendo que parece que sua vida perdeu a alegria, porém nesse momento você precisa abrir mão de alguns consumos para alcançar o seu objetivo (Quitar Suas Dívidas). E assim que a situação tomar um rumo melhor, você pode ir gradativamente readquirindo e se matriculando nos serviços que você cancelou. Pode ficar tranquilo que depois a sua vida vai melhorar!

5º Passo – Tenha foco

Por último e não menos importante para sair das dívidas é necessário dar prioridades a essa ação, logo é preciso ter foco e disciplina, com isso, crie estratégias para economizar, e uma forma é evitar comer fora, pois esse é um gasto quase que diário e quando você faz as contas verá que tem um alto custo, para lidar com isso, Tente sempre fazer comida e levar pro trabalho ou fazer as refeições em casa quando possível. Sua economia será enorme. você terá que se esforçar para colocar a sua vida financeira em dia.

Em casos em que o orçamento mensal não  é o suficiente para as despesas, você deve optar pela mudança nos hábitos de consumo, recorrendo a pesquisas e a compra de itens mais baratos.  Ao perceber que está endividado, não se desespere, o melhor a ser feito é renegociar a dívida.

Recomendo-o fortemente para quem está começando a investir e a cuidar do seu dinheiro. Evite comprar a crédito em longo parcelamento, como por  exemplo, de 12 vezes não é nada bom fazer isso, quando você compra contando com o dinheiro que vai receber, você assume um risco, pois qualquer imprevisto que você tenha ficará com problemas financeiros, logo você precisa programar suas compras com antecedência.

Outras publicações

dolar não é investimento

Dolar não é investimento

Em tempos de crise torna-se comum o desejo das pessoas por investimentos em moedas estrangeiras, principalmente o dólar por sua relevância em comparação a nossa moeda e a poder do…
Qual tema você tem curiosidade?Vote aqui para nos ajudar a escrever mais textos para você!

Deixe seu comentário, sua participação é essencial para que possamos escrever conteúdo de acordo com sua necessidade.

Obrigada por ter lido nosso post até o fim

Por Rosielle Pegado

Visite:

Biblioteca
Cursos
Planilhas, Ebooks e cursos
Serviços
Contato

Deixe uma resposta