6 lições que aprendemos de finanças com a maternidade

A presença de um filho é motivo de muita alegria em casa e a maternidade pode dar-nos oportunidades únicas de aprender sobre planejamento financeiro familiar. É possível aprender muita coisa quando se tem um bebê, principalmente no sentido financeiro.  Basta prestar atenção. Nesse texto vou apresentar 6 lições que aprendi de finanças com a maternidade. Cada situação tem suas peculiaridades, mas uma coisa é certa: todas elas têm muito a ensinar. Afinal, o processo de formação de uma criança traz um aprendizado enorme. Acompanhe !!!

Tenha uma Reserva de emergência

Com crianças tudo pode acontecer, e geralmente esses acontecimentos estão ligados a gastos, sejam eles para reparar a saúde, comprar um presente de aniversário para o amiguinho, ou até mesmo reparar um equipamento que o pequeno danificou, e quando esse instrumento é o celular, no atual cenário que vivemos, não tem como ficar muito tempo sem o celular. Por isso, a reserva de emergência vai ajudar você a diminuir o estresse nesse momento de imprevisto.

Tempo é dinheiro

Qualquer mãe sabe que a administração do tempo muda drasticamente quando chegam os filhos à família. Ao reaprender a administrar meu tempo com o meu bebê, passei por momentos não muito empolgantes, principalmente no tocante aos estudos. Não é nada fácil  programar o estudo. Porém, se formos persistente e tentarmos todos os dias um pouco vamos agregando informações e minhas experiências com finanças me mostra exatamente isso, quanto mais consigo administrar o dinheiro, me sinto melhor com o orçamento doméstico.

Nossos produtos

Evite dívidas

Outra lição que aprendi de finanças na maternidade é que o bebê não precisa de brinquedos extremamente caros, e sim da nossa presença. Muitos podem não concordar com essa dica, pois já ouvi muito que esse tipo de educação não funciona. Eu cometi muito esse erro com a minha primeira filha, comprava algo pensando que ela iria amar, e simplesmente ela brincava mais com a caixa do brinquedo, do que com o brinquedo, aqui enxergo uma superação de fato, afinal queremos dar aos filhos o que não tivemos. Nem tudo precisa ser novo, igual como comprar o carro novo e ver a desvalorização, assim me sinto em comprar berço, carros super caros e logo se perder. A melhor e maior satisfação de uma mãe é ver seus filhos felizes e para isso é preciso muito pouco. Embora saibamos que somos estimulados a consumir o tempo inteiro, há como viver de forma mais modesta, sem passar sufocos! Com uma vida mais equilibrada quanto ao consumo, sobra mais dinheiro para o que é duradouro!

Aprende a esperar

É comum sempre que queremos comprar algo , no mesmo momento precisamos comprar algo pro filho, seja remédio, material da escola ou roupas novas, com isso, deixamos de lado nosso desejo e optamos pela necessidade do filho. Isso nos mostra, que você precisa fazer escolhas e claro sempre será o bebê, afinal ele cresce rápido e não tem como esperar para comprar as roupas. Porém, mantenha a calma, segure a ansiedade do consumismo, e analise bem antes de comprar qualquer item! Seu filho pode andar bem vestido, sem gastar rios de dinheiro…

Dar o exemplo sempre

O melhor modo de educar seus filhos é com exemplo, por isso entendi que não adianta só falar, se eu não praticar aquilo que falo meus filhos não vão replicar, agora se eu fizer, de fato eles tendem a ter o mesmo comportamento. Então quando o assunto for finanças, modere seus hábitos, seja uma pessoa organizada, que age de acordo com seu planejamento, que economiza e poupa seu dinheiro em prol de algo maior, me lembro quando estava na Alemanha, minha filha economizou e comprou um patinete, deste modo, o que você faz hoje pode gerar mais para o amanhã. Não adianta nada ficar falando, “faça isso”, “faça aquilo”, se você tem um comportamento totalmente diferente do seu discurso. Se você adotar hábitos financeiros saudáveis e que valham a pena, nem precisará se preocupar tanto com a educação financeira do seu filho, pois ele irá ver em você o exemplo do que dá certo e do que deve fazer.

Consumo consciente

Comece sempre com você, seja o protagonista de sua história, conhecendo bem cada receita e despesa, o consumo consciente também faz grande diferença, pois se você o praticar, automaticamente estará evitando desperdícios de recursos naturais, tempo, dinheiro e conseguirá pagar seus compromissos em dia.

e eu espero de coração que todas as informações que terá por aqui, te ajudem a encontrar a melhor forma de atingir esse objetivo!

Outras publicações

dolar não é investimento

Dolar não é investimento

Em tempos de crise torna-se comum o desejo das pessoas por investimentos em moedas estrangeiras, principalmente o dólar por sua relevância em comparação a nossa moeda e a poder do…
Qual tema você tem curiosidade?Vote aqui para nos ajudar a escrever mais textos para você!

Deixe seu comentário, sua participação é essencial para que possamos escrever conteúdo de acordo com sua necessidade.

Obrigada por ter lido nosso post até o fim.

Por Rosielle Pegado

Visite:

Biblioteca
Cursos
Planilhas, Ebooks e cursos
Serviços
Contato

Deixe uma resposta